AgRural estima que colheita da soja atingiu 26% da área

O levantamento semanal realizado pela consultoria AgRural estima que a colheita de soja da safra 2016/2017 atingiu 26% da área cultivada até quinta-feira (16). Os trabalhos estão adiantados em relação aos 23% da mesma época do ano passado e dos 18% da média para o período nos últimos cinco anos.

O analista Fernando Muraro, sócio-diretor da AgRural, observa que Mato Grosso lidera os trabalhos, com 52% da área colhida, mesmo com a perda de ritmo nesta semana, por causa das chuvas.

Na avaliação do analista, “embora as precipitações intensas tenham causado alagamentos e diversos transtornos em Mato Grosso, as perdas de produtividade e qualidade parecem ser pequenas e isoladas, pelo menos por enquanto”.

O levantamento constatou que as chuvas atrapalham a colheita também no Paraná, onde os trabalhos já estavam atrasados. Os produtores paranaenses colheram até agora 20% da área de soja, ante os 43% registrados na mesma época do ano passado.

Muraro comenta que os relatos de produtividade no Paraná continuam animadores e dão alento à expectativa de safra recorde. Ele destaca que o clima predominantemente favorável em todo o país na primeira quinzena de fevereiro, aliás, reforça a percepção de que a safra brasileira poderá ser ainda maior.

No início deste mês a AgRural elevou sua estimativa de produção de soja de 103,1 milhões para 105,4 milhões de toneladas. “Caso o clima continue favorável na segunda metade de fevereiro, a revisão de estimativa marcada para o início de março deverá vir com novo incremento de produtividade, com destaque para Matopiba, Goiás e Mato Grosso do Sul”, diz Muraro.

agrural soja colheita  2 (Foto: agrural soja colheita  2)


 Milho

O levantamento da AgRural mostra que o plantio do milho de segunda safra chegou na quinta-feira (16) a 36% da área do Centro-Sul, ligeiramente à frente dos 33% da mesma época do ano passado e dos 32% da média de quatro anos.

Em Mato Grosso a colheita atingiu 54% da área, com boa vantagem sobre os 36% do mesmo período do ano passado. “O Paraná, em contrapartida, segue pressionado pelo atraso da soja e plantou apenas 25% de sua área de milho safrinha, ante 48% um ano atrás e 36% na média de quatro anos”, diz a consultoria.

No caso do milho verão a colheita atingiu 14% da área do Centro-Sul e segue atrás dos 25% do ano passado. “Mas, apesar do atraso, os relatos de produtividade são bons e a expectativa continua sendo de ótima safra”, afirma Muraro.

Fonte: Revista Globo Rural